Saiba como a gestão do estoque pode aumentar suas vendas

August 16, 2017

 O controle do estoque deve fazer parte da rotina de toda a empresa. Ele tem impacto direto nas finanças e no capital de giro. Um dos principais erros é gastar tudo em compras e depois ficar sem nada para fazer novos investimentos. Também pode acontecer de a loja perder clientes para o concorrente por falta de produtos. Nos dois casos o impacto nas vendas é altamente negativo. Para evitar estas situações, preparamos algumas orientações sobre controle de estoque. Veja:

 

1 - Quantidade: apenas com um bom controle de fluxo do estoque você poderá fazer as compras com mais eficiência.  Isso é fundamental para que você consiga chegar a um ponto em que não compre nem muito nem pouco.  Dessa forma nunca haverá produtos “encalhados” ou faltando nas prateleiras. Algumas empresas optam por comprar vários produtos de um mesmo fornecedor, negociando valores, prazos e quantidades de acordo com a demanda. Veja outras orientações:

- registre no controle de estoque a quantidade, o custo unitário e o custo total das mercadorias e produtos vendidos;

-  periodicamente, confirme se o saldo apurado no controle de estoque "bate" com o estoque físico existente na empresa;

- calcule no controle de estoque o saldo em quantidade, custo unitário e custo total das mercadorias e produtos que ficaram em estoque.

Se precisar de ajuda, use esta fórmula matemática para fazer o cálculo do estoque com segurança.

 

2 – Planejamento: perder uma venda por falta de produto em estoque é uma falha grave que pode lhe causar vários prejuízos, a principal é a perda do cliente para o concorrente. Muitos clientes não podem ou não querem esperar até que o produto chegue até sua loja e vão comprar em outro lugar.  Portanto, esteja sempre atento à planilha de estoque e faça os pedidos das mercadorias com antecedência, antes que elas acabem. Nessa altura você já deve saber em que fornecedores confiar: opte sempre por aqueles que cumprem os prazos de entrega e que tenham preço justo. O cliente não vai aceitar atrasos do seu fornecedor como desculpa.

3 – “Best Sellers”: por mais que você tenha um produto campeão de vendas entre suas mercadorias, nunca faça um novo pedido dele antes de receber os anteriores. Você pode correr o risco de ficar com uma grande quantidade desse produto parado no estoque e isso não é nada bom. Além de ocupar espaço, você irá gastar com manutenção e mais:  um material parado está mais sujeito à danos, perdas e até à perda de interesse do consumidor. Lembre-se que os materiais representam cerca de 60% dos custos de um negócio. Por isso, cuidado com a empolgação, mesmo com os produtos que estão vendendo bem.

4 – Treinamento:  é imprescindível que todos seus vendedores saibam exatamente a quantidade e quais produtos estão sendo vendidos na loja. Nada mais frustrante para um cliente, por exemplo, do que ele fazer uma compra e minutos depois o vendedor vem com aquela frase: “olha, fui ver no estoque e acabou...”. Outro caso é quando um produto está encalhado porque os vendedores não o estão oferecendo aos clientes. Então nesse ponto o treinamento e a comunicação são essenciais.

5 -  Mais dicas

- Se você tem produtos “encalhados” faça uma promoção: ofereça descontos ou facilite o pagamento aumentando o número de parcelas, por exemplo;

- Produtos perecíveis merecem atenção especial pois uma vez estragados estão perdidos para sempre;

- Conheça os produtos que mais vendem na sua loja e nunca deixe que eles faltem, eles podem ser o seu carro-chefe;

- Nunca permita que sejam retiradas mercadorias ou materiais sem a devida requisição e com a identificação de quem retirou;

 

Gostou das dicas? Você utiliza estas práticas ou tem outras formas de controlar seu estoque? Compartilhe sua experiência com a gente!

 

Fotos: FreePik

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon