Cinco dicas de como tocar seu negócio durante a quarentena

April 28, 2020

 

A pandemia de Covid-19 afetou também o segmento varejista de materiais de construção. Mesmo considerado como produto essencial na maioria dos estados, o varejo de material de construção registrou queda de 21,9% no mês de março, em comparação com fevereiro, segundo o Indicador de Atividade do Comércio da Serasa Experian. 

 

Dados do Sebrae  mostram que 70% das lojas que compõem o varejo de material de construção no País são de pequeno porte.  Como a queda do faturamento afeta principalmente o pequeno comerciante de materiais de construção, o Clube do Vendedor conversou com a empresária de comunicação Ligya Aliberti, diretora da Multivias Comunicação, especialista em PMEs. Ligya, parceira da Cozimax, pontuou cinco questões de comunicação e marketing para serem colocadas em prática tanto agora quanto na retomada dos negócios. Confira:

 

1 – Reflita sobre seu negócio

Mesmo antes da pandemia, algumas empresas sequer tinham o telefone ou e-mail de seus clientes. Desse modo, elas não possuem uma forma de informar diretamente como irão operar nesse momento: se será drive thru ou delivery, por exemplo. Reflita sobre seu negócio, de que maneira você o trouxe até aqui. Se você é desse time que não tinha nem os contatos do cliente, vamos repensar, reprogramar e mudar o foco.

 

 

2 – Invista na área digital

A situação deixou evidente a importância da área digital para uma empresa. Então, veja as redes sociais da sua empresa e como ela se posiciona nesses canais. Lembre-se que, antes de comprar, o seu consumidor está olhando o Instagram e o Facebook  para saber como sua empresa está atendendo. Se você não está lá, com certeza está perdendo oportunidade. WhatsApp, E-mail, E-commerce... faça o que for possível para entrar nesse universo de forma profissional para melhorar para as próximas situações.

 

 

3 – Fortaleça o relacionamento com os parceiros

Seja você proprietário ou vendedor, como está o seu relacionamento com arquitetos, engenheiros, pedreiros ou eletricistas? Você costuma fazer algo a mais para eles como um programa de fidelização, no qual esse profissional ganha algo conforme faz compras em sua loja? Você envia pelo menos uma mensagem no WhatsApp desse parceiro para cumprimentar em seu aniversário? Nutra o relacionamento com os parceiros, faça mais networking para passar por esse momento com menos sofrimento.

 

 

4- Aprimore a experiência do cliente

Isso é um aspecto fundamental. Seu cliente está sendo atendido de que maneira? Não é só bom atendimento, isso é básico. Seu cliente só recebe boletos ou você tem algum relacionamento com ele? Você oferece treinamentos periódicos com sua equipe para capacitá-la a trazer uma forma única de atender? Você tem uma identidade bem definida para a marca, que seu cliente fale “nossa, é tal loja”. Lembre-se, seja “A Loja” e não “mais uma loja”. Isso faz muita diferença hoje e sempre. Assim, mapeie os pontos de contato que o cliente tem com seu negócio, desde a ligação, o atendimento no balcão, o pós venda e traga elementos para fortalecer esses pontos de contato com o cliente para fidelizá-lo ao seu negócio.

 

 

5 - Como você trabalha sua própria imagem?

Seja o dono do negócio ou colaborador, perceba que se você trabalhar suas redes sociais de forma estratégica, você pode atrair clientes e dialogar com eles por meio desses canais. Tenha em mente que sua imagem pode reforçar a imagem da empresa. É muito importante trabalhar bem a sua imagem e evitar polêmicas, pois isso vai reverter nos negócios, criar networking e ajudar a passar mais forte por esse tipo de situação.

 

Gostou das dicas? Compartilhe com seus colegas vendedores e saiba mais acompanhando os conteúdos do Clube do Vendedor Cozimax!

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon

CATÁLOGO 2020

catalogo2020.jpg

WHATSAPP

Sem título.jpg

EBOOKS

Não caia em pegadinhas de site de compras online, confira no E-book dicas e informações que vão ajudar você a se proteger na hora de comprar pela internet.